Tertulia BNP 2019

1969 - Atividades e lutas estudantis

4 Setembro 2019, 17h30
Biblioteca Nacional (BNP)
  • Cipriano Ricardo (Unicepe, TUP, Porto)

  • Francisco Seixas da Costa (ISCSPU, Lisboa)

  • João Vieira Lopes (Ténico, Lisboa)

  • José Manuel Félix Ribeiro (Económicas, Lisboa)

  • Pedro Ferraz de Abreu (Ciências, Lisboa)




  • Francisco Seixas da Costa

    "ISCSPU - a agitação inesperada"

    Foi aluno do Instituto Superior de Ciências Sociais e Política Ultramarina (ISCSPU), da Universidade Técnica de Lisboa. Em 1968/69, foi membro dos corpos gerentes da Associação Académica do ISCSPU, cuja eleição não foi homologada pelo Ministério da Educação Nacional. Em 1970/71, foi eleito presidente da Assembleia Geral da AAISCSPU. Em 1971/72, foi reeleito presidente da AAISCSPU, mas a sua eleição voltou a não ser homologada.

    Em 1974, no serviço militar, participou no movimento militar de 25 de abril, após o que foi adjunto da Junta de Salvação Nacional. De 1975 a 2013, integrou o serviço diplomático, tendo chefiado as embaixadas na ONU, na OSCE, no Brasil, em França e na Unesco. Entre 1995 e 2001, foi secretário de Estado dos Assuntos Europeus. Aposentou-se da função pública em 2013, após o que dirigiu o Centro Norte-Sul, do Conselho de Europa.

    Entre outras funções desempenhadas, presidiu ao Conselho Geral da UTAD, foi consultor de várias universidades e docente convidado na área das relações internacionais. Integrou a comissão que preparou o Conceito Estratégico de Defesa Nacional.

    Atualmente, é administrador de empresas, consultor e colunista na imprensa. Preside ao "Clube de Lisboa", um fórum sobre temáticas geopolíticas. Integra o Conselho Geral Independente da RTP. é consultor da Fundação Bertelsmann e do Center for European Policy Studies. Faz parte do Grupo de Reflexão Estratégica sobre Segurança (GRES). Tem diversos trabalhos publicados sobre relações internacionais.



    João Vieira Lopes.

    AEIST- 69/71: Activismo político, solidariedade e reforma do ensino.

    Entrou como estudante para o Instituto Superior Técnico (IST) em 1964. Entre 1967 e 1969 fez parte da Direcção do Cine Clube Universitário de Lisboa (CCUL) como Tesoureiro. Participou nos corpos sociais da AEIST de 1969 a 1972. Em 1969/1970, quando a Associação foi reaberta depois da ocupação pela Polícia e PIDE (1968) , como Vice-Presidente da Direção para as Relações Externas (Presidência José Mariano Gago), delegado à Reunão Inter Associações (RIA) e acompanhou o apoio à luta da Academia de Coimbra. Em 1970/1971 foi Presidente da Direcção da AEIST e em 1971/1972 membro do Conselho Fiscal.

    Esteve exilado em Paris a partir de Agosto de 1972 e manteve actividade de militância política até 1978.

    Foi Director e Administrador de várias empresas nacionais e multinacionais na área dos produtos de grande consumo até 1994. Desde esse ano desenvolveu actividade no comércio alimentar, quer em empresas quer especialmente na direcção e administração de Centrais de Compras de PMEs. Presentemente está reformado e é consultor e administrador não executivo nessa mesma área.

    é Presidente da Associação de Distribuidores de Produtos Alimentares (ADIPA). Foi Vice-Presidente desde 2001, e a partir de 2010 Presidente da Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP). é membro da Comissão Permanente de Concertação Social (CPCS) e Vice-Presidente do Conselho Económico e Social (CES).



    Pedro Ferraz de Abreu.

    "Lutas Estudantis em Ciências e no Secundário: que legado nos deixam?"

    Fundou e dirigiu a Revista Cientifica do Liceu Pedro Nunes, "Prisma", proibida pelo Reitor (65-66); ultimo Presidente da Comissão Pró-Associação dos Estudantes do Ensino Liceal de Lisboa (CPAELL) e o fundador e primeiro Presidente do Movimento Associativo do Ensino Secundário de Lisboa (MAEESL); membro da Direcção da Associação de Estudantes da Fac. de Ciências de Lisboa, condição em que foi expulso, como repressão politica, de todas as Universidades de Portugal por 2 anos (72- 74) e obrigado á clandestinidade por 3 mandatos de captura da PIDE/DGS , o ultimo renovado até ao 25 de Abril; membro do Comité Central na clandestinidade de um partido de esquerda (1972-74), do qual se demitiu, pos 25 de Abril.

    Após o 25 de Abril, foi operário metalurgico e quimico (Soda Povoa), estudando á noite (75-78) Eng. Electrónica e Telecom. (ISEL). é Eng. Informático (FCT-UNL), Mestre em Intelligent Computer-Human Interface, (MIT-Media Lab), e PhD em Urban & Regional Planning, (MIT-DUSP). é "Research Associate" no Massachusetts Institute of Technology (MIT), onde esteve 20 anos, como bolseiro, Fullbright, e depois docente, desde 1986, criando a area cientifica e-Planning (www.e-planning.org).

    Fundou (1996) e preside ao CITIDEP - Centro de Investigação de Tecnologias de Informação para Uma Democracia Participativa (www.citidep.net). Foi co-fundador do Forum Internacional de Investigadores Portugueses (1998). é actualmente Prof. Catedrático Convidado da Fac. de Arquitectura da Universidade de Lisboa, tendo sido Prof. Catedrático Convidado na U. de Aveiro (2015-19), Fac. de Ciências da U. Lisboa (2013-14), e no Instituto Superior de Ciências Sociais e Politicas da Univ. Técnica de Lisboa (2007 -12).

    (outra intervenção de PFA no Colóquio da BNP:

  • Ferraz de Abreu, P. (2001), "Uma biblioteca pública numa sociedade de informação obcecada pelo mercado: desafios e oportunidades". 2001. Dept. de Cultura da Camara Municipal de Lisboa (Ed.). Colóquio Bibliotecas Publicas e Novas Tecnologias: Como combater a exclusão dos info-pobres? International Colloquium Public Libraries and New Technologies: How to fight info-poor exclusion?), Lisboa, Portugal, October 2000. 142 pages, pp. 9-17. [download]


    e-Planning | CITIDEP Projects: EuroLifeNet - Ambiente | Intelligent Multimedia System | Expo 98 | Regionet | Public Access to Environmental Info | ICPPIT99 | Info Tech for Grassroots
    citidep@gmail.com

    Introduction | Activities | Research | Organization | Information